17.7.08

Tal pai, tal filho


Ontem vimos um Chevette - que um dia já foi Branco Everest I - totalmente detonado! Só estava esperando a ferrugem chegar no documento, porque no resto...
Mas assim que Leozinho soube, negociou com o dono e comprou o carro pra restaurá-lo, m
esmo sabendo que tem muita coisa pra recuperar...
Veja a poça de óleo que ficou no chão enquanto as fotos eram tiradas...
Olhando bem, até que ele está mais ou menos...




Nada que trocar tudo não resolva...


E, pra sentar, é só dar um jeitinho...

Mas o motor até que dá pro gasto, depois que Leozinho tirou um bolo de arame...

É... Mais um companheiro salvo das garras do desmanche!

2 comentários:

Papassim disse...

Pra mim, mais importante do que ter um carro antigo em excelente estado, é resgatar um em final de carreira.
Parabéns, Leo, pela coragem!Sucesso na longa jornada!

É preciso paciência e planejamento para lidar com os profissionais e garimpar as peças.

Mano - SP disse...

O que acho incrível quando vejo algo assim é a capacidade que algumas pessoas tem em enxergar a beleza e a possibilidade de recomeço onde a maioria só vê a destruição e o fim.
São pessoas assim que fazem a diferença!

Parabéns!

Related Posts with Thumbnails